dor

Dor de dente inesperada: saiba como aliviar e como prevenir

Dor de dente inesperada, não marca nenhuma hora e nem avisa, mas que por outro lado da questão quando está iniciando alguma inflamação ou algo errado, dá pequenos sinais da chegada.

Dependendo do caso, inicia com um desconforto na gengiva e dentes, e em seguida começa a intensificar com algumas pontadas agudas ou choquinhos.

Onde o mais indicado é a procura pelo Médico Dentista para descobrir a causa do  problema e tratar de forma adequada e o mais rápido possível.

Vamos ver algumas dicas importantes de como aliviar e prevenir essa dor. Acompanhe!

Sensibilidade nos dentes

Sensibilidade nos dentes, é ocasionada pela perda do esmalte do dente, devido a falta de higiene bucal ou a retração gengival, que significa uma inflamação na gengiva, que provoca o afastamento da raiz do dente.

Certos alimentos também podem agravar o processo de inflamação nos dentes, então o indicado é evitar pratos quentes, frios e os doces.

Causas de dor nos dentes

A causa de dor nos dentes, pode estar ligado a pulpite, uma inflamação na polpa dentária que  incomoda bastante, situada no interior do dente, onde estão relacionados os vasos sanguíneos, nervos, responsáveis pela vida útil do dente, que ao ser afetado por cáries, pode causar várias infecções e inflamações bucais, entre outros.

A Falta de higiene e limpeza bucal profunda diariamente, provoca vários danos bucal.

Dentes quebrados, sem tratamentos, sem restaurações, com cáries, escurecidos e com manchas amareladas, sinal de algo errado averiguar com urgência.

Inflamações na gengiva e o acúmulo de placa bacteriana.

Inflamação do nascimento dos dentes do siso.

Abscesso é o acúmulo de pus na região da gengiva ou osso, estágio infeccioso devido a bactérias, o não tratamento pode acarretar vários danos à saúde, importante a investigação da situação bucal.

Dietas ricas em açúcares, carboidratos, vários danos à saúde    

Como aliviar a dor de dente

Tomar analgésicos, anti-inflamatórios ou antibióticos, para aliviar a dor de dente, como paracetamol e dipirona, nimesulida,  flanax, diclofenaco, compressas de  gelo ou fazer bochechos com água morna e sal, dependendo do quadro e estágio da inflamação.

Uso contínuo de escovação, escolher sempre as escovas mais macias, fio dental e antissépticos, não usar força para escovar os dentes.

Como prevenir a dor de dente

Sem dúvida, o acompanhamento periódico ao dentista para diagnóstico é essencial.

Mas a melhor maneira de prevenir é cuidar adequadamente da sua saúde bucal com a escovação dos dentes, uso diário de fio dental e enxaguante bucal.

Mau hálito, ocasionado por cáries, resíduos de alimentos na gengiva, placa bacteriana, falta de desenvolvimento da saliva, infecções de garganta, respiração pela boca, tabagismo e consumo excessivo de álcool, verificar os casos com urgência, não espere agravar mais a situação.

O estresse pode provocar alguns problemas bucais, entre outros, procure relaxar, priorize a qualidade de vida e o bem estar.

Identifique as causas da dor inesperada de dente, faça uma verificação do quadro clínico  bucal e da saúde do corpo, para saber até onde está sendo afetado, para o diagnóstico precoce e tratamento assertivo para resolver o problema em questão.